09/05/2018

Prevenção profissional previne incêndios

Dados do Anuário Estatístico Brasileiro dos Acidentes de Origem Elétrica 2017, da Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel), apontam 1.394 ocorrências de curto-circuito com incêndios entre 2013 e 2016 no Brasil. Ainda conforme o estudo, a incidência anual mais que dobrou: passou de 200, em 2013; para 448, em 2016. A entidade ressalta que esses números devem ser ainda maiores devido à subnotificação das ocorrências, que devem ser entre três a cinco vezes maior que o total levantado.
A boa notícia é que esses sinistros podem ser evitados em quase 100% dos casos, por exemplo, um incêndio ocasionado por aquecimento gerado por sobrecarga ou curto-circuito. Ou seja, com a manutenção adequada, surpervisão de engenheiro eletricista ou especialista em elétrica, uso de equipamento correto e supervisão de empresa certificada, o problema pode ser resolvido em fase preventiva e assim evitar um acidente de grandes proporções, como o incêndio no edifício Wilton Paes de Almeida, que desabou no centro da cidade de São Paulo, no dia 1º de maio. Um curto-circuito é apurado como possível causa do sinistro.
A Exsergia Engenharia e Consultoria oferece soluções de infraestrutura e geração de energia. Nesse sentido, faz o alerta para ações simples que minimizam o consumo de energia elétrica e evitam acidentes.

Tensão Elétrica
Antes de ligar equipamentos, verifique se a voltagem da tomada (127 ou 220 volts) é igual à indicada no manual do aparelho.

Emissão de calor
Não use aparelhos que geram calor por muito tempo, sempre consulte o manual do fabricante em relação ao uso e tempo. No inverno, atenção à utilização de aquecedores. Esses equipamentos consumem alta demanda de energia elétrica. Deixá-los ligados durante horas seguidas é perigoso. E atenção com o ferro elétrico! É comum o eletrodoméstico ser esquecido ligado. Além de desperdiçar energia, esse utensílio doméstico ligado pode provocar acidentes, principalmente com crianças.

Eletricidade e água não combinam
Mantenha sempre cabos condutores de eletricidade longe de ambientes úmidos, como áreas de serviço e banheiros. Isso vale para barbeadores, depiladores elétricos e outros aparelhos.

Evite o trabalho em elétrica sem a qualificação mínima
Instalações elétricas são perigosas e exigem o manuseio de profissionais com experiência. Conte com serviços qualificados para deixar sua casa ou empresa segura.

Na hora de construir, atenção ao projeto elétrico
Somente um projeto elétrico realizado por uma empresa certificada e com expertise vai garantir a segurança do empreendimento, redução de custo e eficiência elétrica.

Fonte: Comunicação Exsergia

Imprensa – Exsergia

Nosso canal de imprensa foi desenvolvido para fornecer notícias e manter todos atualizados sobre as atividades.